11/01/2018

Jennifer Lobo
Casar com o dinheiro? Sim! Daniela Drake e Elizabeth Ford, autoras do livro “Smart Girls Marry Money”, defendem que o romance servir de alicerce para o casamento é uma estupidez. Voltando ao tempo do pré-feminismo, consideram que, quando o amor não motivava uma união, também não era razão para o seu término.

Daniela, médica e consultora, separou-se do marido por pensar que o sentimento havia acabado. Hoje, pondera que o amor é transitório e que sua falta não justifica o fim de um casamento. “Em vez de procurar por amor, procure por segurança”, afirma. Recorrendo a uma pesquisa do professor Stephen Jenkins, do Instituto para Pesquisa Econômica e Social do Reino Unido, as autoras constataram que, cinco anos após o divórcio, os homens estavam 25% mais ricos e as mulheres mais pobres do que quando eram casadas. O estudo revelou que a causa é a diferença de remuneração, que fica ainda maior quando as mulheres têm filhos. Foi o que aconteceu com o ex-marido de Daniele, ele enriqueceu após a separação.

Por sua vez, Elizabeth, produtora de TV e ganhadora de um Emmy, acredita que as mulheres ainda nutrem a fantasia do amor romântico e duradouro, mas precisam usar a inteligência ao invés de seguir somente os apelos do coração. Trata-se de optar por uma estabilidade financeira, já que os homens, por questões de desigualdade salarial, estão fazendo três vezes mais dinheiro no decorrer da vida. Acreditar que o sentimento que uniu o casal resistirá para sempre é loucura. A intensidade do sentimento não dura mais do que 18 ou 24 meses, então, “por que baseamos o nosso futuro em algo que terminará logo adiante?”, questiona.

Os problemas financeiros são fatores determinantes nos pedidos de divórcio, garante Jennifer Lobo. A matchmaker, CEO e fundadora da rede de relacionamentos Meu Patrocínio assegura que o alinhamento de projetos e metas, com muita transparência e honestidade, é a chave do sucesso de uma relação. 

As expectativas do casal devem estar claras desde o início para minimizar frustrações futuras. É exatamente o que acontece em um relacionamento Sugar: os aspectos financeiros são discutidos abertamente. Homens bem-sucedidos, que incorporam a figura do provedor, fazem com que as mulheres, mesmo relutando contra a dependência, se apaixonem e possam voltar a sonhar com uma união economicamente estável e romântica.

Sobre o Meu Patrocínio

O Meu Patrocínio é o primeiro e maior site de relacionamento para Sugar Babies e Sugar Daddies do Brasil. Criado em 2015, é hoje a rede social mais exclusiva e seletiva do país. Bastante comum nos Estados Unidos e alguns países da Europa, o estilo de vida Sugar reúne homens ricos e bem-sucedidos a mulheres jovens e atraentes para relacionamentos verdadeiros, sempre com transparência, acordos pré-estabelecidos, expectativas alinhadas e benefícios mútuos. Hoje, em sua base de daos, o site conta com mais de 400 mil cadastrados entre homens e mulheres.

www.meupatrocinio.com

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Seja bem-vindo

Quer falar agora?

Quer falar agora?
É só clicar na imagem e escolher

Nossos blogs

Produção Gráfica

Produção Gráfica

Filmagem e Mídias

Filmagem e Mídias
Tecnologia do Blogger.

Google+

A ALEGRIA QUE CONTAGIA

Se preferir siga-nos por e-mail.

Populares

LILIAN BRITO o Destaque do Mês de Agosto

LILIAN BRITO o Destaque do Mês de Agosto
A poderosa MUSA "Lili Tudão" deixa muito marmanjo babando. A morena que já foi passista do Acadêmicos do Grande Rio, escola de samba carioca, ocupava o posto até recentemente, como Rainha de Bateria do Acadêmicos do Engenho da Rainha, escola da Série B do Carnaval carioca. Em 2019 quem vai poder conferir os predicados da MUSA , são os torcedores da Renascer de Jacarepaguá. Isso mesmo ! Ela aceitou com muito entusiasmo, e será uma das musas da escola. Sem dúvida vai passar na avenida riscando o chão. Ela manda recado para seus fãs: "Ainda vem muita coisa boa pela frente. Aguardem e me sigam pelas redes sociais que as novidades estão chegando!"